#49 Eurico Loureiro

Eurico Loureiro - Gestor de Projetos | Junho 2020 

Nome: Eurico Sérgio Duarte Loureiro 
Naturalidade: Portuguesa
Idade: 44
Formação académica: Licenciatura em Geografia e Planeamento: Ramo Desenvolvimento e Ambiente e Mestre em Sistemas de Informação Geográfica e Ordenamento do Território
Ocupação Profissional: Geógrafo – Gestor de Projetos 
Outros: Cofundador da APPSIG - Associação Portuguesa para os Sistemas de Informação Portuguesa

1 - Comentário a um livro que o marcou ou cuja leitura recomende
Psicologia das Multidões de Gustave Le Bon. Escolho este livro pela simples razão de estar presente no meu dia a dia, com pequenas análises comportamentais a indivíduos, dentro de multidões no quotidiano, associando os seus comportamentos às variáveis espaço e tempo. Li esse livro há mais de 2 décadas e à medida que vou evoluindo cientificamente, mais o consigo adequar e “reconhecer”. Na altura o que me levou a ler este livro foi o gosto que tenho em observar e descrever os comportamentos das pessoas, em diferentes ambientes, as suas reações enquanto influenciadores e influenciados. Na atualidade, o generalizado e célere acesso à informação levanta uma questão ainda maior, quanto à manipulação em massa. A reunião de pequenos nichos sociais/comportamentais cria, rapidamente, uma corrente forte, um grupo de referência, uma multidão …

2 - Que significado e que relevância tem, no que fez e no que faz, assim como no dia-a-dia, ser geógrafo?
A geografia faz parte da nossa vida desde que nascemos! Desde muito cedo começamos a ter uma ligação próxima com a Geografia - em casa, na escola, no trabalho, nossa vida enquanto seres humanos. Depois de mais de uma década como Geógrafo, o impacte que tem no meu dia a dia é muito grande. Considero que representa uma vantagem em relação a muitas outras ciências ou áreas de conhecimento, no que concerne à forma como me permite enquadrar /contextualizar o que acontece à minha volta. O facto de ter uma visão ampla da interação e da simbiose entre as pessoas e os lugares, no tempo e no espaço, permite-me compreender de forma completa as dinâmicas de um território, indo para além do que é visível …

3 - Na interação que estabelece com parceiros no exercício da sua atividade, é reconhecida a sua formação em Geografia? De que forma e como se expressa esse reconhecimento?
No meu caso em particular, onde as tecnologias estão diariamente presentes, a geográfica é fundamental para espacializar, dar corpo e vida aos mecanismos tecnológicos que desenvolvemos, para dar resposta aos maiores desafios da atualidade. O meu conhecimento académico, enquanto geógrafo, transpõe-se para o meu trabalho técnico, quer quando criamos e utilizamos os mecanismos de planeamento e de gestão do território, quer quando desenvolvemos novos métodos e metodologias para aplicar ao território, em prol do desenvolvimento sustentável dos diferentes sectores de atividade.

4 - O que diria a um jovem à entrada da universidade a propósito da formação universitária em Geografia, sobre as perspetivas para um geógrafo na sociedade do futuro? E a um geógrafo a propósito das perspetivas, responsabilidades e oportunidades?
Dava-lhes as boas vindas! Desejava-lhes boa sorte e sucesso! A Geografia tem hoje, a nível profissional, destaque em muitas vertentes:  ensino, investigação, empresas municipais e privadas. Podemos dizer que um geografo é indispensável em várias funções presentes no organigrama do tecido empresarial nacional/internacional. Em minha opinião, os jovens devem privilegiar a vertente digital da Geografia. O mundo está cada vez mais “digitalizado”, e essa parece ser uma tendência para as próximas gerações. Mas ainda assim o mais importante é escolherem uma vertente da Geografia com que mais se identifiquem, que tenham muita vontade e persistência e acima de tudo um grande “foco”. Nunca se esqueçam que a “Sorte” dá muito trabalho!

5 - Queríamos pedir-lhe que escolha um acontecimento recente, ou um tema atual, podendo ambos ser de âmbito nacional ou internacional. Apresente-nos esse acontecimento ou tema, explique as razões da sua escolha, e comente-o, tendo em conta em particular a sua perspectiva e análise como geógrafo.
É incontornável não falar da pandemia que assombra o Mundo neste momento. O Mundo mudou! E com ele as fronteiras físicas e geográficas do mesmo. O impacte será enorme e sentir-se-á em todos os pontos do globo, em todos os setores de atividade e em todos nós, de forma mais ou menos intensa. Analistas de todas as ciências ativas preveem uma recessão mundial sem precedentes. Como geógrafo podia abordar este tema sobre diversas perspetivas. Mas por forma a poder chegar a todo tipo de público, desde os nossos avós, até aos nossos filhos fico-me com uma conclusão desenhada sob conceitos básicos: este vírus reduziu milhares de kms, culturas, línguas, ideologias, religiões, etc. numa cultura de pânico e de defesa mundial! Em geografia curricular ensinam-nos que as fronteiras devem ser fisicamente “abertas” para alcançarmos um mundo global e social… em geografia real, nos dias de hoje tivemos que as fechar para poder garantir o mesmo propósito… Ainda assim a geografia do ambiente agradece e aproveita este fenómeno para poder inverter e contrariar tendências, dadas como assumidas e irreversíveis há apenas 3 meses atrás! 

6 - Que lugar recomendaria para saída de campo em Portugal? Porquê?
Portugal, apresenta uma variedade paisagística com características tão diferentes e tão próprias de Norte a Sul, que é praticamente impossível recomendar apenas um LUGAR. Porém, durante a minha formação académica, houve um lugar que me marcou bastante, e que por esse motivo não poderia deixar de sugerir – Portela de Unhais - que se resumiu a uma saída de campo e registo da paisagem das cristas quartzíticas (Vidual e Unhais-o-Velho). Trata-se de uma aldeia situada na freguesia de Unhais-o-Velho, no concelho de Pampilhosa da Serra. É um mero apontamento pessoal, mas a envolvência da natureza e aquele recorte paisagístico, fez com ainda hoje o recorde como um momento-chave na minha construção académica, profissional e pessoal.